sábado, 6 de dezembro de 2014

Calendário de Natal - Dia 6

Dia 6 - Um livro que já tenhas oferecido a alguém pelo Natal
As palavras que nunca te direi - Nicholas Sparks

"Esta nova história reúne um homem e uma mulher cujas vidas pareciam vazias de sentido, após dolorosas perdes sentimentais. Theresa, divorciada e mãe de um adolescente, é colaboradora de um jornal em que escreve sobre relações entre pais e filhos. Garrett é professor de mergulho e vive na orla costeira, onde possui um magnífico veleiro restaurado por ele e pela falecida mulher. Aquilo que vai fazer com que as suas vidas se cruzem e lhes dará um novo, inesperado, sentido é uma série de mensagens que ele lança ao mar em garrafas seladas. Cartas pungentes de amor e saudade... Durante umas férias passadas à beira-mar, Theresa virá um dia a encontrar uma dessas garrafas. Obcecada pela estranheza do achado, começa uma busca que a levará a tentar descobrir a verdade acerca de um homem e das suas memórias. Um romance empolgante, emocionalmente intenso, que trata com grande delicadeza a força e a fragilidade das grandes paixões."
O diário da nossa paixão - Nicholas Sparks

"Todas as manhãs ele lê para ela, de um caderno desbotado pelo tempo. Uma história que ela não recorda nem compreende. Um ritual que se repete diariamente no lar de idosos onde ambos vivem agora. Mas pouco a pouco, ela deixa-se envolver pela magia da presença dele, das palavras que lhe lê, pela ternura... e o milagre acontece. A paixão renasce, transpõe o abismo do tempo, das memórias perdidas e, por instantes, ela volta para ele. Apesar da doença. No caderno está escrita a história de um simples rapaz sulista e de uma rapariga destinada a brilhar na alta sociedade. A história de uma primeira paixão, clara como uma manhã orvalhada. Afastados depois pelas implacáveis exigências das diferenças sociais. Catorze anos mais tarde, reencontram-se. Ele é um sobrevivente da guerra e ela está a poucos dias de tornar-se a mulher de outro homem. Mas terá o amor poder suficiente para os unir, desta vez? Um livro surpreendente e arrebatador, delicado e comovente como há muito já não se encontrava na literatura das últimas décadas."


Sem comentários:

Enviar um comentário