quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Laços que perduram

Título original: The guardian
Autor: Nicholas Sparks
Nº de páginas: 441
Preço: 16,90€
Editora: Asa

"Com apenas vinte e cinco anos, Julie Barenson tem já uma mágoa maior do que a vida: o seu querido marido, Jim, morreu.
Em plena noite de Natal, dilacerada pela perda, ela recebe os dois inesperados presentes que ele lhe deixou. É o típico ato de amor de Jim: não a esquecer nem por um segundo. É assim que Singer, um cachorrinho amoroso e assustado, entra na sua vida. A acompanhá-lo vem um bilhete e uma promessa: Jim velará sempre por ela.
Quatro anos depois, Julie está preparada para começar de novo e Richard Franklin parece ser o homem ideal. Mas no seu íntimo, ela sente que algo está errado e termina a relação. A seu lado, incondicionalmente, está Mike Harris, o bondoso melhor amigo de Jim, o homem que a apoiou nos melhores e nos piores momentos. Ao longo dos anos, os sentimentos entre ambos floresceram e parece ter finalmente chegado o momento de viverem plenamente a sua paixão.
Mas quando a vida parecia sorrir-lhe de novo, Julie tem de enfrentar o pior dos pesadelos - sobreviver à perseguição de um louco."

Opinião
Quando tudo parecia estar perfeito, a vida prega uma partida a Julie, roubando-lhe o marido, Jim. Cinco anos depois, Julie consegue recuperar ligeiramente do choque e decide recompor a sua vida. Começa a ter encontros amorosos, mas nenhum dos homens lhe interessa verdadeiramente. Até que aparece Richard. O homem parece vindo de um conto de fadas, cavalheiro, charmoso e simpático. Julie e Richard começam a sair, mas alguma coisa falta a Julie e esta acaba a relação e começa a sair com Mike, o melhor amigo de Jim e grande amigo de Julie, por quem esta começou a desenvolver sentimentos, apesar de não querer admitir.

Richard não aceita muito bem o fim da sua relação com Julie e começa a persegui-la e assim começa uma vida de inferno para a mulher.


Este é um livro se suspense, que foge um pouco ao habitual de Nicholas Sparks. Gostei desse facto e acho que o autor devia apostar um neste aspeto da escrita. O livro mistura o habitual romance com o mistério, tornando-se numa história um pouco mais versátil.


As personagens estão bem retratadas. Julie e Mike com todos os seus medos e receios. A loucura de Richard também está bem retratada nas suas atitudes.


Apesar de ser um romance, este livro também alerta para o facto de haver muitas mulheres que passam pelo mesmo que Julie. Há milhares de mulheres vítimas de assédio por parte dos maridos, ex-maridos, namorados, ex-namorados, etc. E mais importante que tudo, nem todas tem um final feliz. Quase todos os dias ouvimos nos noticiários relatos de mulheres que foram agredidas ou mortas. Estas mulheres devem ser protegidas, porque muitas das vezes são o elo mais fraco e não se conseguem defender daqueles que lhes fazem mal.


Citações
"- Diz-me uma coisa, Mike - começou, inclinando-se para a frente. - Porque continuas a fingir que não queres sair com a Julie?

"Richard tinha todas as qualidades de um homem adequado, mas mesmo agora, depois de quatro encontros românticos e de terem passado muito tempo juntos, subitamente Julie percebeu que ele não a balançava."

"No total, vinte telefonemas tinham entrado no gravador naquele dia, cada um com duração de dois minutos.
Em nenhum deles ninguém disse nada."

"Alguém usando calças de ganga e uma camisa azul-escura estava de pé perto das dunas segurando... o quê? Uns binóculos? Uma luneta? Ela não soube dizer, mas independentemente do que fosse, estava a apontar para o barco. Para ela."

Excerto
Podes ler aqui um excerto deste livro
4*

Sem comentários:

Enviar um comentário