sexta-feira, 11 de novembro de 2016

A rapariga no comboio

Título original: Girl on a train
Autor: Paula Hawkins
Nº de páginas:
Editora: Topseller

"Todos os dias, Rachel apanha o comboio... No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.
Até que um dia...
Rachel assiste a algo errado com o casal... É uma imagem rápida, mas suficiente para a deixar perturbada.
Não querendo guardar segredo do que viu, Rachel fala com a polícia. A partir daqui, ela torna.se parte integrante de uma sucessão vertiginosa de acontecimentos, afetando as vidas de todos os envolvidos."




Opinião
Finalmente vou conseguir fazer a opinião desta história que tanto tem vindo a ser falada ultimamente.

Então, após um divórcio doloroso e outros problemas relacionados com o ex-marido, Rachel é uma mulher desfeita, que afoga as mágoas na bebida e na companheira de casa, Cathy. Todos os dias, Rachel apanha o mesmo comboio para Londres e observa a mesma casa, uma vivenda localizada na mesma vila onde vivia com o ex-marido, Tom. Todos os dias, observa o casal que vive nessa casa, atribuindo-lhe nomes e vidas imaginárias perfeitas, como aquela que ela perdeu.

Um dia, durante a viagem de comboio vê algo estranho a acontecer. Pouco tempo depois, a mulher que vê todos os dias desaparece. Rachel decide então contar o que viu, mas a partir daí vê-se envolvida numa sucessão de inventos que vão mudar a sua vida para sempre.

Este é o tipo de livro que todas as personagens escondem algo, ninguém é o que parece e as mentiras são mais que muitas. Estes pormenores fazem com que nos agarremos às páginas do livro e que não o consigamos largar.

Se pensam que este livro é apenas uma história de suspense que faz o leitor questionar-se o que aconteceu, estão muito enganados. Fala-se também de temas sérios, como o alcoolismo, problemas mentais, depressão, adultério, entre outros. Todos eles enriquecem as páginas do livro, tornando-o único.

Gostei bastante desta leitura, que me fez ficar completamente agarrada às suas páginas. Faz-nos mesmo questionar o que passou, levando-nos a colocar suspeitas e a ler de forma compulsiva cada página para sabermos o que Rachel realmente viu. Agora só me falta ver o filme que saiu recentemente no cinema.

Adaptação

Excerto
Lê aqui um excerto deste livro
5*

Sem comentários:

Enviar um comentário