sexta-feira, 22 de julho de 2016

Frase #7


"Pensávamos que podíamos fugir do mundo. Viver aquela aventura louca e viajar sem destino. Pensávamos que podíamos escapar ao tempo. E de certa forma foi isso que conseguimos." - Primeiro Amor, James Patterson

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Esmeralda (O amor atravessa todos os tempos #3)

Título original: Smaragdgrun
Autor: Kerstin Gier
Nº de páginas: 384
Editora: Montena
Coleção: O amor atravessa todos os tempos

"Gideon está em perigo e a sua única esperança é Gwen... apesar dela não confiar nele.
Gwen não sabia que era a última viajante no tempo, nem que tinha que viajar para o passado para fechar o Círculo dos Doze (que, aliás, é tão secreto que nem o entende), nem que teria de enfrentar inimigos dispostos a acabar com a sua vida. Preferia ficar com a sua vida normal: escola, amigas e algum rapaz de vez em quando. No entanto, quando conheceu o seu companheiro de viagens, o encantador Gideon de Villier, tudo ficou muito mais interessante... e surgiu o amor!
Mas agora Gwen está destroçada. Acaba de descobrir que todas as atenções do rapaz eram só um estratagema para distrair o perigoso Conde de Saint Germain e cumprir a missão. Mas a jogada não correu bem e agora tem um novo inimigo: um infiltrado na casa dos de Villier disposto a acabar com os viajantes no tempo.
Que deverá fazer Gwen? Ajudar Gideon e lutarem juntos para fechar o Círculo? Ou esquecer tudo e voltar à sua vida do século XXI?"

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Safira (O amor atravessa todos os tempos #2)

Título original: Saphirblau
Autor: Kerstin Gier
Nº de páginas: 289
Editora: Contraponto
Coleção: O amor atravessa todos os tempos

"Será que descobrir o verdadeiro amor é mais complicado do que viajar no tempo?
Gwen sente-se confusa... Gideon, o seu companheiro de viagens no tempo, está a dar com ela em doida: primeiro beija-a apaixonadamente e depois ignora-a. Mas ninguém disse que o amor nas viagens era fácil! Felizmente, Gwen tem Leslie, a sua melhor amiga; James, o fantasma; e Xemerius, uma gárgula muito irreverente, para a ajudarem com os altos e baixos amorosos... e também para a ensinarem a comportar-se como uma verdadeira dama do século XVIII.
Desde que Gwen se tornou a última viajante no tempo, os seus objetivos passaram a ser: ir a uma soirée no ano de 1782, salvar o mundo e, mais do que tudo não dar nas vistas. Desta forma, por agora só tem de aprender a dançar o minueto (o que não é nada fácil), enquanto decide o que sente pelo rapaz dos seus sonhos (o que também não é nada fácil).

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Frase #6

"The stars we see aren't even real stars. We see the light that they gave off millions of years ago but that is only now reaching our eyes. We don't see a star as much as a memory" - Primeiro Amor, James Patterson

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Rubi (O amor atravessa todos os tempos #1)

Título original: Rubinrot
Autor: Kerstin Gier
Nº de páginas: 269
Editora: Contraponto
Coleção: O amor atravessa todos os tempos

"O que fazer quando alguém se dá conta de que subitamente está no passado - num passado longínquo, não de décadas, mas de séculos?
Bem, em primeiro lugar há que manter a calma - é o que Gwendolyn pensa. E vai-lhe ser necessária muita calma, quando descobre ter herdado da família um invulgar gene que lhe permite viajar no tempo.
Com o arrogante (mas muito giro!) Gideon como companheiro de viagem, daqui em diante as surpresas não param. Por ser a mais jovem portadora do gene, Gwendolyn é escolhido para uma missão muito importante: viajar por várias épocas para impedir alguns erros e, basicamente, pôr o passado em ordem!
Entre alguns acidentes de percurso e algumas discussões, esta dupla tão desigual envolve-se em aventuras de toda a espécie... e ao longo de todos os tempos. Pouco a pouco, vão descobrindo que seja em que século for os opostos sempre se hão-de atrair, e que o passado já não é o que era..."

Balanço literário (Junho)

Vamos ignorar o facto deste balanço só ser publicado no dia 7, em vez de no início do mês

Mais um mês que chegou ao fim e, logo, mais um balanço literário. Este mês ficou marcado por mais duas leituras: A escolha do coração e Romance com o Duque. Já estavam na estante à algum tempo, mas só agora é que consegui pegar-lhes finalmente. O primeiro desiludiu-me um pouco, mas o segundo compensou. Foi uma leitura leve e descontraída, ideal para acompanhar a minha época de exames. Também comecei a ler Anexos de Rainbow Rowell. Estou a gostar da leitura, embora me pareça ser um pouco lenta.
No que toca a opiniões consegui fazer Uma escolha por amor. Ainda me faltam imensos livros, mas como há estou de férias (finalmente), espero conseguir dedicar-me um pouco mais ao blog agora.
No que toca a novas aquisições, neste mês não acrescentei nada à minha estante. De qualquer das maneiras no mês de Maio comprei dois livros, portanto acho que compensou para este mês.
Neste mês de Julho planeio acabar de ler Anexos. Relativamente às próximas leituras, não sei ainda bem o que vou ler.

Este balanço foi um pouco mais pequeno que o normal, mas o meu mês foi passando em exames, portanto não foi muito interessante...

Favorito do mês

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Nova aquisição - Entre o agora e o sempre


"Entre o Agora e o Sempre é a muito aguardada sequela de Entre o Agora e o Nunca, o romance que nos apresentou Camryn Bennett e Andrew Parrish, dois jovens em busca do lado mais ousado da vida, que se conhecem e apaixonam durante uma viagem de autocarro. Agora, alguns meses depois desse primeiro encontro, estão noivos e esperam, entusiasmados, a chegada do primeiro filho. Mas, quando nada o fazia prever, a tragédia bate-lhes à porta. J. A. Redmerski deixa-nos de novo rendidos ao fascínio desta intensa história de amor e dos seus protagonistas, pela coragem que têm em se manter fiéis a si próprios, vivendo plenamente o presente, com um espírito livre e profundamente apaixonados pela vida."